Produção de minério eleva as expectativas da indústria no Pará e no Brasil

Fortemente influenciado pelo crescimento na extração de minério de ferro, o destaque em crescimento ficou com o estado do Pará, que conseguiu atingir uma alta de 10,7%, um ótimo retrospecto no encerramento do ano passado, revela a Pesquisa Industrial Mensal Regional, divulgado pelo IBGE– Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – divulgada no dia 11 de janeiro de 2018.

O estado também conseguiu superar o forte crescimento da produção ocorrida na indústria nacional, que foi de 0,2%, um crescimento de 1,1% na comparação entre os meses de outubro e novembro do ano passado. No total, foram a metade dos 14 estados envolvidos na pesquisa que tiveram um bom retrospecto diante desta pesquisa, todos os setes estados com índices maiores do que o índice nacional. Desta forma, a indústria do Pará conseguiu buscar o resultado mais elevado diante de sua série histórica, fechando o ano passado em 36,4%, maior do que a média ocorrida em 2012.

“Os resultados da atividade industrial do Pará, em qualquer comparação, são amplamente positivos”, explica André Macedo, gerente da pesquisa. Em uma comparação realizada entre o Pará e Goiás em novembro de 2016, Goiás ficou a frente do Pará em 17%. Segundo afirma o gerente da pesquisa, a extração de minério de ferro – beneficiado ou bruto – é de grande importância para a estruturação da indústria em todo o país. “Essa atividade responde por cerca de 77% do total da indústria local e é impulsionada, em grande parte, pelo aumento das exportações do país”, explica André.

Segundo especialista em economia do governo, a indústria da mineração tem uma projeção de alta para este ano, levando em conta aspectos da saída da zona de retração em que o país se encontrava nos últimos anos. Estas fortes expectativa se deve também ao crescimento esperado do terceiro setor aqui no Brasil. O país vem demonstrando ótimos números diante da balança comercial, que fechou o ano passado com superávit, e este ano, a produção de matéria prima poderá impulsionar novo superávit diante da indústria de mineração e para os subprodutos ligados a ela.