3 pontos relevantes antes de fazer um investimento no Tesouro Direto

A maioria dos investidores começam a investir através do Tesouro Direto. Geralmente, são conduzidos a fazer investimentos no Tesouro devido ao grande marketing existente na mídia neste momento. Este é considerado um bom momento para se fazer investimento no Tesouro Direto, CDBs, LCIs entre outros que estão bem falados atualmente.

Mas dentre os investimentos citados e outros que não foram citados, o Tesouro Direto é o mais popular e divulgado no Brasil entre as pessoas que estão começando a abrir a mente para os investimentos. Levando em conta que os juros atualmente no Brasil estão baixos e isso prejudica os rendimentos na caderneta de poupança, um número maior de pessoas estão procurando investimentos mais rentáveis.

Devido a esse grande número de investidores que iniciam no Tesouro Direto, 5 situações devem ser levadas em conta para que os investimentos tenham a rentabilidade esperada e não fique dúvidas de que é um investimento seguro.

1 – Evite começar através de bancos, pois investir no Tesouro Direto é algo simples e quando é feito por bancos, as taxas cobradas podem causar prejuízos nas operações. Bastando ter uma conta corrente em qualquer banco e um intermediário para a realização da operação. Esse intermediário poderá ser alguma corretora que tende a cobrar valores menores como taxa administrativa em comparação com as taxas bancárias. O Tesouro Nacional disponibiliza uma plataforma online para os investidores ter acesso a essa modalidade de investimentos.

2 – Todas as modalidades de investimentos do Tesouro Direto dispõem de uma alta liquidez, sendo que isso permitirá que o investidor possa retirar os valores dos rendimentos a curto prazo. O ideal é que os investimentos sejam focados a longo prazo. Os rendimentos a longo prazo são mais rentáveis.

3 – Os títulos do Tesouro Direto são para diferentes necessidades, sendo que um dos erros que mais se observa é focar somente em rentabilidade. Geralmente, na hora de escolher um CDB, ou por exemplo, uma LCI, os investidores de um modo geral acabam visando os rendimentos oferecidos descartando os prazos de aplicação e a variação de um investimento para o outro.

Procure conhecer a fundo as modalidades disponíveis para o investimento no Tesouro Direto e veja quais desses investimentos caberão em seu bolso e se enquadram em seu perfil de investidor.