Serasa registra recorde no número de novos microempreendedores individuais

Image result for microempreendedores individuais

Um novo recorde foi registrado pelo Serasa Experian sobre o número de novas adesões ao programa Microempreendedor Individual, o MEI. Somente nesse primeiro semestre, período que corresponde ao mês de janeiro a junho deste ano, cerca de 902.290 novas inscrições foram realizadas no programa. Esse registro recorde significa uma alta de 10,5% no número de novos microempreendedores individuais em comparação com o mesmo período no ano de 2016, que registrou um número de 816.704 novos inscritos.

Os dados atuais revelam que em cada 10 empresas que são abertas em todo o país, cerca de 8 delas fazem parte do programa MEI. Isso quer dizer que o número de empreendedores que correspondem as microempresas aumentou significativamente no Brasil.

Outro recorde registrado pelo programa aconteceu no mês de junho deste ano, onde foram registrados 145.946 novos microempreendedores individuais. A alta foi em comparação ao mesmo mês no ano passado, que registrou um total de 136.356 novas empresas formalizadas pelo programa MEI.

Victor Loyola, que é vice-presidente da Pessoa Jurídica da Serasa Experian, disse sobre os dados: “Os números do semestre refletiram o fenômeno do empreendedorismo por necessidade, quando pessoas que foram demitidas procuram meios de se recolocar no mercado”.

A afirmação de Loyola é a simples realidade do que vem acontecendo atualmente no Brasil. Com o desemprego ainda assombrando a vida dos brasileiros, o número de empresas formalizadas bateu recorde. Isso pode ser explicado por dois simples fatores: a necessidade de uma fonte de renda e a segurança dos benefícios oferecidos pela formalização do MEI que incluem alguns seguros do INSS.

No Portal do Empreendedor, os dados revelam que o Brasil já possui um total de 7,4 milhões de microempreendedores individuais. Os dados atualizados são referentes até o mês de setembro deste ano.

Além disso, outro dado que enfatiza o crescente empreendedorismo por necessidade no país é o das Sociedades Limitadas, que registrou a criação de um total de 89.775 novas unidades de novos negócios, o que significa um total de 7,9%. O registro das Empresas Individuais é de 86.075 para o primeiro semestre do ano, um total de 7,5%. Os dados são um parâmetro do que vem acontecendo com a economia brasileira.