Como foi a posse de Luciana Lóssio no TSE

De acordo com o artigo 119 da Constituição Federal, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve ser constituído por ao menos sete juízes. Desses, três vagas devem ser destinadas a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), duas para ministros Superior Tribunal de Justiça (STJ), e as duas restantes para advogados que trabalham na área.

Essa determinação precisa, que decide a origem de cada componente que atua no tribunal, é feita com o objetivo de garantir que a sociedade civil seja bem representada, além de conceder voz aos cidadãos comuns. Isso devido ao fato de que os advogados têm a função de servir como ponte entre os civis e a forma correta de aplicação das leis do país, um profissional cuja responsabilidade é desmistificar a complexa burocracia que existe e preservar a justiça acima de tudo.

A partir dessas condições, Luciana Lóssio foi nomeada para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pela vaga de advogada. Sendo assim, ela foi a primeira mulher do Brasil a entrar nesse Ministério, no ano de 2011.

Apesar de ainda ser muito jovem, a ministra se preparou durante vários anos para exercer esse cargo público de tamanha importância. Especialista em Direito Eleitoral e integrante do Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (Ibrade), Luciana Lóssio é um dos principais nomes do país dessa área, e por esse motivo, foi convidada também para atuar como professora do curso de Pós-Graduação em Direito Eleitoral do centro de ensino UniCEUB em parceria com a OAB/DF. De acordo com ela, manter um contato próximo com os estudantes, faz com que ela esteja sempre atualizada em relação ao impacto das novas tecnologias no Direito e sobre as demandas e particularidades da nova geração.

Ótima em conhecer e compreender as pessoas, a ministra Luciana Lóssio cresceu na cidade de Petrolina, no interior do estado de Pernambuco, e desde muito jovem já possuía consciência sobre os vários problemas do Brasil, em função da relevância social de sua família. Filha de João Lossio, um médico conhecido por ser um profissional de ampla visão social, ela foi ensinada desde pequena a trabalhar em prol dos mais frágeis e necessitados.

Essa sua consciência pelo bem comum, que foi desenvolvida desde bem cedo, é algo essencial para o trabalho da ministra, pois Luciana Lóssio tem construído a sua carreira como magistrada em um momento onde o Brasil passa por um momento conturbado no que diz respeito a política nacional, o que serve como motivação para a ministra seguir trabalhando para fazer a diferença em nossa história.

Além disso, Luciana Lóssio é conhecida por suas opiniões bem fundamentadas, justificadas e contundentes, que se baseiam em excelentes sustentações orais e despachos exarados sobre os temas em que ela tem se especializado cada vez mais. Essa sua posição de destaque vem se firmado devido as suas interpretações competentes para lidar com processos polêmicos, e tem sido fundamental para se conseguir a clareza e a objetividade necessárias para a aplicação da lei aos casos que exigem uma decisão judicial pautada na justiça e nas leis presentes na Constituição Federal.