Conta de luz deve ficar mais cara em março

lamp

A partir do próximo mês, o consumidor brasileiro deve preparar o bolso pois a bandeira tarifária da conta de luz deve mudar. Desde Dezembro do ano passado, a bandeira era verde e não havia cobrança extra, porém a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já anunciou que a partir de Março a bandeira aplicada na conta de luz será a amarela, gerando uma cobrança a mais de R$ 2 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) de consumo.

De acordo com a Aneel, isso ocorre devido ao fato de que houve uma queda nas projeções de chuvas para o próximo mês e provavelmente será preciso acionar mais usinas termelétricas como forma de preservar os níveis de armazenamento das hidrelétricas e também para garantir o suprimento de energia no País. A utilização de energia proveniente de termelétricas é mais cara do que a de hidrelétricas, visto que estas usinas funcionam a base de combustíveis como óleo e gás.

“No mês de março a estimativa de vazões que chegam nos reservatórios das hidrelétricas ficou abaixo do esperado em comparação ao anterior, isso acabou levando a indicação de maior geração termelétrica como meio de preservação dos níveis de armazenamento”, informou a agência.

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 e serve para trazer mais transparência em relação ao custo da energia elétrica para o consumidor. Segundo o diretor da Aneel, além do fator econômico, o mecanismo de bandeiras tem “caráter educativo, e é uma forma transparente de comunicar aos consumidores que as condições de geração de energia elétrica no País estão menos favoráveis, no caso de bandeira amarela, ou mais custosas, de acordo com o patamar de bandeira vermelha que é acionado”

Além disso, também foi anunciada, na semana passada, uma alteração nos valores das bandeiras para o ano de 2017. O reajuste modifica o valor da bandeira amarela que será de R$ 2 a cada 100 quilowatts/hora (kWh) consumidos. A vermelha patamar 1 deve permanecer a mesma R$ 3 para cada 100 kWh, enquanto o valor da bandeira vermelha patamar 2 deverá cair de R$ 4,50 para R$ 3,50 a cada 100 kWh.