Bolsa americana regista uma leve subida após investidura de Donald Trump

No dia da tomada de posse de Donald Trump, a bolsa americana registou uma subida ligeira ao final do dia, apontando para um sinal de estabilização para a primeira sessão do presidente eleito, em detrimento do normal entusiasmo que ocorre no dia de sucessão dos presidentes americanos.

Analisando os principais mercados americanos podemos verificar que Dow Jones subiu apenas 0.48%, ficando-se pelos 19827,25 pontos, o NASDAQ teve uma subida ligeira de 0.28%, ficando-se nos valores de 5555,33 pontos e, por último, o Standard & Poor’s 500 que ganhou 0,34% e fechando o dia com 2271,31 pontos. Uma das empresas que mais lucrou no dia de hoje foi a petrolífera West Texas que duplicou a subida e atingiu os 52,42 dólares.

Segundo os especialistas e analistas financeiros, estes resultados ao final do dia são o resultado das palavras proferidas por Donald Trump durante o seu discurso na tomada de posse como 45º presidente dos Estados Unidos da América, em que decidiu dar ênfase para realizar obras públicas, como pontes e estradas, para além de estimular a preservação de postos de trabalho americanos com a redução substancial de impostos para as empresas americanas. De facto, este discurso incentivou a bolsa americana nos primeiros meses após consumada a eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos da América, porém o entusiasmo evidenciado nos primeiros meses foi esmorecendo no último mês na expectativa de saber como será realmente o início do governo de Donald Trump. A nomeação do presidente americano para alguns cargos, como a nomeação de Steve Mnuchin como Secretário do Tesouro, também não ajudou a bolsa americana que está receosa de algumas medidas mais severas e radicais deste governo.

De facto no dia de hoje, os investidores decidiram investir em alguns ativos que são considerados como um refúgio, como o ouro, em vez de colocarem o seu dinheiro em ativos empresariais, sendo que a banca foi um dos sectores mais prejudicados continuando os resultados negativos obtidos no dia anterior. Resumidamente, as acções norte-americanas têm vindo a perder dinheiro ao longo desta semana, somando a quarta semana de prejuízo num total de cinco semanas. Apenas nesta semana, as bolsas americanas registaram uma perda de 2,5 bilhões de dólares.