Exportação de calçados cresce 4% em 2016, segundo pesquisa.

Segundo informações divulgadas pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados, a Abicalçados, o Brasil teve uma recuperação significativa nas exportações do produto no período de 2016. Apesar da baixa evidente de vendas do ramo no mercado brasileiro, a exportação registrou uma elevação considerável tanto em volume de vendas quanto em dólares obtidos. A taxa de venda dos produtos nacionais ao exterior obteve altas respectivas de 1,7% e 4% no ano passado. Segundo os dados da entidade, o aumento nas vendas gerou para a receita do país um total de 999 milhões de dólares em 2016.

 

A Abicalçados destacou que as altas nas vendas eram registradas desde agosto de 2016, mas que apenas no mês de outubro é que os resultados impressionaram os especialistas. Só em dezembro, foi gerado um valor de 128 milhões de dólares em virtude da venda de cerca de dezoito milhões de pares dos produtos. O valor alcançado foi 62% maior que os índices de venda de novembro, e 7% superior às vendas registradas no mesmo período de 2015.

 

Maiores compradores

 

De acordo com a pesquisa, o maior comprador de calçados brasileiros em 2016 foi o EUA, responsável pela aquisição de 13,24 milhões de pares. O volume representa 221,36 milhões de dólares em dinheiro, 15,4% a mais que o valor obtido no ano de 2015.

 

Em segundo lugar na classificação dos importadores aparece a Argentina, com cerca de 9,48 milhões de pares de calçados comprados, ou 111,6 milhões de dólares. Em terceiro lugar vem a França (9 milhões de pares e US$ 56 milhões), seguida do vizinho Paraguai (14,53 milhões de pares e US$ 47,43 milhões). A Bolívia ficou na quinta posição, com cerca de 6,36 milhões de pares adquiridos, um total de 45,46 milhões de dólares.

 

Estados

 

A pesquisa da Abicalçados também fez um levantamento sobre as fontes de exportação estaduais. Segundo os dados do estudo, o Rio Grande do Sul foi quem mais exportou no ano passado, cerca de 28,7 milhões de pares de produtos. O volume de vendas gerou uma renda de 436 milhões de dólares, índice 17,8% maior que o alcançado em 2015.

 

O estado do Ceará aparece em segundo lugar no volume de exportações, com 48,3 milhões de pares vendidos pelo valor de US$ 207,77 milhões. Em terceiro, vem São Paulo: 9 milhões de pares exportados por US$ 107,74 milhões. O quarto lugar, na pesquisa, ficou com o estado da Paraíba, que exportou 23,55 milhões de pares do produto, gerando um valor de 66,36 milhões de dólares para a economia.

 

Importação de calçados

 

Já no que se refere à importação de calçados pelo mercado brasileiro, os índices mostraram uma queda acentuada no período de 2016. Os importadores mais significativos para a economia nacional são os países do Vietnã, da China, da Indonésia e da Itália. De acordo com as análises dos especialistas da Abicalçados, o motivo principal para a queda das taxas de importação foi a retração da demanda nacional no período, pelo menos no que diz respeito aos produtos desses países.